Relatório Curva Futura - Junho 2021

RelatórioCurva Futura

Junho 2021

Relatório Curva Futura


A Curva Futura busca representar a expectativa de preços em uma determinada data de cotação para um dado fornecimento futuro de energia. Cada curva representa um produto específico, podendo variar em tipo de fonte de energia, período de maturidade e submercado de entrega. Em nosso caso, consideramos o submercado SE/CO pela maior liquidez. A fonte e o período são descritos nos gráficos abaixo.

Energia Convencional

As tabelas abaixo mostram os preços consolidados de maio dos produtos anuais de 2022, 2023, 2024, 2025 e 2026 para a Energia Convencional e Incentivada de 50%, respectivamente. São analisadas a variação anual e mensal destes produtos, com base na média dos valores negociados durante o mês. Além deles, foram incluídos os produtos de curto prazo da Energia Convencional, os quais mostram a cotação do produto no último dia de maio, juntamente com suas variações mensais.

Curto Prazo

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
Jun/21 325 1% -
Jul-Set/21 520 25% -
Jul-Dez/21 471 22% -

Longo Prazo

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
2022 298 22% 92%
2023 207 4% 38%
2024 175 9% 19%
2025 162 5% 10%
2026 161 4% -

ENERGIA INCENTIVADA 50%

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
2022 353 24% 81%
2023 250 10% 32%
2024 212 7% 16%
2025 197 4% 21%
2026 194 2% -

1 - Valores cotados em maio de 2021. / 2 - Em relação a abril de 2021. / 3 - Em relação a maio de 2020.

1

O mês de maio foi caracterizado por apresentar um perfil de chuvas típico do período seco, com baixos volumes de precipitação nas principais bacias do Sistema Interligado Nacional (SIN). Essa característica, somada ao cenário hidrológico existente e a expectativa para os próximos meses, contribuiu para uma elevação significativa nos preços dos principais produtos de curto prazo, exibindo um aumento superior a 20% quando comparado aos preços negociados no último mês. Essa tendência deverá continuar ao longo dos próximos meses.

2

Já para os produtos de longo prazo, o comportamento não foi diferente. Com a elevação dos preços de curto prazo, os preços para os próximos anos também sofreram um aumento em suas expectativas, com destaque para o produto 2022 que apresentou um aumento expressivo no último mês por se aproximar da sua realização. Ainda neste tema, vale destacar que está prevista para os próximos dias a abertura de consulta pública com proposta de aprimoramento dos modelos computacionais de operação do sistema, com impacto na expectativa de Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) a partir de 2022. Com isso, os produtos de longo prazo vem apresentando maior volatilidade que o previsto e esse comportamento deve ser manter até a confirmação das alterações propostas.

3

No âmbito regulatório, alguns dos principais destaques estão atrelados as medidas de enfrentamento referentes ao cenário hidrológico desfavorável existente. No começo do mês de maio, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), ampliou as medidas emergências de acionamento de usinas fora da ordem de mérito, e agora, mais recentemente, autorizou novas medidas, como a flexibilização das restrições hidráulicas relativas à determinadas usinas hidrelétricas. Todo o empenho, além de outras iniciativas realizadas por entidades do setor, buscam garantir a segurança energética ao longo do ano de 2021.

Nos gráficos abaixo são mostradas as Curvas Futuras de Energia Convencional e Energia Incentivada com 50%. Para os dados mensais foram utilizadas as médias dos dados coletados, o que não capta as oscilações diárias.

Energia Convencional

Energia Incentivada 50%