Relatório Curva Futura - Janeiro 2021

RelatórioCurva Futura

Janeiro 2021

Relatório Curva Futura


A Curva Futura busca representar a expectativa de preços em uma determinada data de cotação para um dado fornecimento futuro de energia. Cada curva representa um produto específico, podendo variar em tipo de fonte de energia, período de maturidade e submercado de entrega. Em nosso caso, consideramos o submercado SE/CO pela maior liquidez. A fonte e o período são descritos nos gráficos abaixo.

Energia Convencional

As tabelas abaixo mostram os preços consolidados de dezembro dos produtos anuais de 2020, 2021, 2022, 2023 e 2024 para a Energia Convencional e Incentivada de 50%, respectivamente. São analisadas a variação anual e mensal destes produtos, com base na média dos valores negociados durante o mês. Além deles, foram incluídos os produtos de curto prazo da Energia Convencional, os quais mostram a cotação do produto no último dia de dezembro, juntamente com suas variações mensais.

Curto Prazo

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
Jan/21 265 -26,75% -
Abr-Jun/21 161 -7,66% -
Jul-Dez/21 220 -4,49% -

Longo Prazo

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
2021 189 -15% -6%
2022 184 -1% 3%
2023 164 1% 1%
2024 154 2% -2%
2025 146 1% -3%

Energia Incentivada 50%

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
2021 243 -13% -3%
2022 232 1% 8%
2023 199 6% 3%
2024 182 -2% -2%
2025 171 -3% -1%

1 Valores cotados em dezembro de 2020. 2 Em relação a novembro de 2020. 3 Em relação a janeiro de 2020.

1

Os preços de curto prazo, bem como os produtos de longo prazo de 2021, apresentaram bastante volatilidade e acompanharam a expectativa do mercado quanto a condição hidrológica para o próximo ano.

2

Já os produtos de longo prazo apresentaram poucas variações no decorrer de dezembro/20 e, caso não haja nenhuma mudança estrutural, o esperado é a manutenção dos preços no patamar atual para os próximos meses.

3

No âmbito regulatório, o mês de dezembro/20 apresentou avanços na modernização do setor elétrico, com discussões inerentes a Medida Provisória 998 e o projeto de resposta da demanda, que agora deverá atender os consumidores de todo o território nacional. Apenas para lembrar, a Medida Provisória 998 busca resolver alguns problemas para que o setor possa se desenvolver saudável nos próximos anos, contudo, alguns assuntos estão sendo discutidos no mercado, como por exemplo, o fim do subsídio na TUSD para novos empreendimentos de geração. Além desse tema, são tratados assuntos como a Usina de Angra III, a Conta de Desenvolvimento Energético e as Concessões de Energia na Região Norte. A Medida Provisória foi aprovada como Projeto de Lei pela Câmara e deverá ser votada no Senado em fevereiro/21.

4

Vale destacar também, que a partir de janeiro do presente ano, o Preço Horário começa a ser utilizado no mercado brasileiro de energia elétrica. Este novo regime de precificação, busca uma melhor sinalização econômica para os agentes e consumidores do ambiente livre de comercialização.

Nos gráficos abaixo são mostradas as Curvas Futuras de Energia Convencional e Energia Incentivada com 50%. Para os dados mensais foram utilizadas as médias dos dados coletados, o que não capta as oscilações diárias.

Energia Convencional

Energia Incentivada 50%