Relatório Curva Futura - Agosto 2021

RelatórioCurva Futura

Agosto 2021

Relatório Curva Futura


A Curva Futura busca representar a expectativa de preços em uma determinada data de cotação para um dado fornecimento futuro de energia. Cada curva representa um produto específico, podendo variar em tipo de fonte de energia, período de maturidade e submercado de entrega. Em nosso caso, consideramos o submercado SE/CO pela maior liquidez. A fonte e o período são descritos nos gráficos abaixo.

Energia Convencional

As tabelas abaixo mostram os preços consolidados de julho dos produtos anuais de 2022, 2023, 2024, 2025 e 2026 para a Energia Convencional e Incentivada de 50%, respectivamente. São analisadas a variação anual e mensal destes produtos, com base na média dos valores negociados durante o mês. Além deles, foram incluídos os produtos de curto prazo da Energia Convencional, os quais mostram a cotação do produto no último dia de julho, juntamente com suas variações mensais.

Curto Prazo

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
Ago/21 577 3% -
Out-Dez/21 494 8% -
Jan-Mar/22 437 2% -

Longo Prazo

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
2022 345 -3% 131%
2023 238 0% 63%
2024 183 -3% 24%
2025 170 0% 17%
2026 165 0% -

ENERGIA INCENTIVADA 50%

Produto Preço Médio [R$/MWh]¹ Variação Mensal² Variação Anual³
2022 399 0% 105%
2023 283 1% 54%
2024 220 -2% 25%
2025 205 0% 21%
2026 195 0% -

1 Valores cotados em julho de 2021. 2 Em relação a junho de 2021. 3 Em relação a agosto de 2020.

1

Com o contínuo deplecionamento dos reservatórios e a expectativa de que os produtos de curto prazo sigam com preços estáveis e próximos ao teto regulatório, um dos principais destaques do último mês foi a volatilidade do produto Jan-Mar/22. Vale lembrar que, as revisões metodológicas dos modelos de operação do sistema estavam sob consulta pública pelo Ministério de Minas e Energia (MME), o que agregou incerteza em função das possíveis alterações na formação do preço para 2022. Com o fim da consulta e a decisão final do Ministério, espera-se uma estabilização no patamar de preço.

2

Já no longo prazo, não se observou variações significativas nas tendências dos preços. A única exceção neste sentido foi o produto 2022, que em virtude da consulta pública destacada anteriormente e da expectativa dos agentes para o próximo ano, exibiu uma leve tendência de queda quando comparado ao mês anterior. Com a aproximação da realização deste produto, há a expectativa de que a volatilidade do mesmo possa ser maior, ficando mais sensível às variáveis que afetam os produtos de curto prazo.

3

No cenário regulatório, o Ministério de Minas e Energia (MME) realizou abertura de consulta pública para tratar do Programa de Redução Voluntária de Demanda de Energia Elétrica (RVD). As diretrizes em consulta exibem um programa em que grandes consumidores poderão realizar ofertas de volumes para o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), contribuindo para que o sistema tenha uma diminuição de carga durante alguns períodos do dia. A consulta pública receberá contribuições até o dia 09 de agosto, e as medidas deverão ser aprovadas ainda nas próximas semanas. Espera-se que a medida possa auxiliar o Operador no enfrentamento da crise energética nacional.

Nos gráficos abaixo são mostradas as Curvas Futuras de Energia Convencional e Energia Incentivada com 50%. Para os dados mensais foram utilizadas as médias dos dados coletados, o que não capta as oscilações diárias.

Energia Convencional

Energia Incentivada 50%