Notícias

ELEVAÇÃO DE 19% NAS TARIFAS EM 2022

INFLAÇÃO, CRISE HÍDRICA E DÉFICIT TARIFÁRIO SÃO PRINCIPAIS CAUSAS PARA O AUMENTO

Pressionada por inflação e crise hídrica, tarifa de energia pode subir 19% em 2022

De acordo com levantamento realizado pela TR Soluções, empresa de tecnologia especializada em tarifas de energia, estas podem subir até 19% em 2022. As projeções são válidas para os consumidores de todo o País, de 53 concessionárias de distribuição.

Para produzir os cálculos, a empresa seguiu os procedimentos definidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), incluindo parâmetros como condições do mercado da distribuidora, contratos de energia e variação do dólar.

O déficit da Conta Bandeiras foi apontado pela TR como o principal fator para o aumento. O fato é que as bandeiras tarifárias não estão sendo suficientes para cobrir os custos associados à geração térmica e ao risco hidrológico. De acordo com a projeção, o saldo da conta nos eventos tarifários de 2022 deve representar um déficit de R$ 17,8 bilhões.

Os custos atrelados à geração térmica e à inflação devem pressionar ainda mais a variação, em especial no caso de empresas em que os processos tarifários se dão no primeiro semestre.

Voltar às Notícias